Óleos essenciais e seus benefícios

Óleos essenciais e seus benefícios

Não comprei mas foi garantido a procedência por profissionais do setor, professora de aromaterapia que fez curso em Londres e outras consumidoras da marca como a Michelle do Tantas Plantas
A marca tem 70 anos de tradição e é conceituadíssima no mercado natural e orgânico, óleos vegetais também valem a pena (assim como qualquer produto da marca no fator pureza e orgânico). Tem alguns óleos essenciais orgânicos.O pacote vem da Inglaterra

Leia também: Óleo de baobá

Tisserand
Simplesmente o maior nome da aromaterapia no mundo, seus produtos embora estejam presentes no Brasil- clica aqui, podem ser comprados na Feel Unique com frete grátis.
Os óleos essenciais são usados pela minha professora para clinicar, já as sinergias roll on, óleos de banho e massagem são naturais eu já os testei, clica aqui. Tem alguns óleos essenciais orgânicos.

Nacionais
Terra Flor
Seus óleos tem certificação IBD e tem óleos raros indianos. As sinergias são puros óleos essenciais e/ou vegetais, acrescido de acetato de tocoferol para não oxidação. Tem alguns óleos essenciais orgânicos.

Bioessência
Além dos óleos essenciais que valem a pena se você não puder comprar fora como rosas, jasmim ou Néroli que não são baratos por natureza- virem em frascos de 2ml a um preço mais cabivel (digo isso por ver o preço de alguns destes óleos em outras marcas nacionais), os óleos vegetais e hidrolatos que são conservados por hidrolato de tea tree, excelente bactericida e antifungico também valem a pena. Os cosméticos em si tem substâncias que o pessoal do mundo orgânico evita.Tem alguns óleos essenciais orgânicos.

Laszlo
Tem a maior variedade de óleos que já vi. Os óleos vegetais são ok – . Esta lista é válida somente para OEs puros, ou seja 100% .
Por via das dúvidas sobre os OEs a 10% é melhor perguntar ao SAC.

WNF
Um dos primeiros óleos essenciais da minha vida, a professora aprova e eu confio pela minha experiência.
Os óleos vegetais e de massagem são ok, são naturais.
Sobre a água termal que tinha um fórmula excelente (contei aqui) e era certificado pelo Ecocert, na Bio Brazil Fair quis chorar quando vi DMDM Hydantoin com nota 7 no EWG, risco alto à saude-vide aqui.
Tem alguns óleos essenciais orgânicos.

Phytoterapica
Também foi um dos primeiros que comprei e confio pela eficácia. Os óleos essenciais e vegetais são ok, não tenho certeza da fórmula da linha aerosol.
Gosto muito pois é a única marca que coloca o nome do óleo na tampinha de plástico facilita muito na hora de achar (pra quem tem mais de 90 imagina ficar procurando pelo rótulo?!)

By Samia
Os óleos essenciais, vegetais, sinergias prontas como o Slim, contei aqui e óleos de massagem que são conservados com acetato de tocoferol são ok para o pessoal do mundo orgânico.
As bases neutras tem ingredientes problemáticos, não são 100% naturais.

Ikove
A marca é orgânica certificada pelo Ecocert e tem alguns óleos essencias e vegetais, que na minha opnião são ótimos.

Harmonie
Os óleos vegetais são bons, quanto aos óleos essenciais não os conheço mas minha amiga aromaterapeuta confia e usa, então acredito.

Herbia
Tive a oportunidade de usar alguns óleos da marca e são muito bons. Erva baleeira deles é um dos melhores.

Vida Bhotanica
Tenho alguns óleos e minha professora garantiu a procedência e idoneidade da marca. Tem alguns óleos não encontrados em outras marcas como Cumaru.A água de laranjeira e a água de rosas já usei, assim como os óleos essenciais vibracionais. Os demais produtos desconheço formulação.

Oshadi
Conheci os óleos essenciais da marca e gostei da qualidade! Tem alguns OEs diferentes dos demais, por exemplo, o cominho.

Vimontti
É uma marca que que cultiva suas plantas seguindo métodos orgânicos de agricultura , que também tem ênfase na preservação do meio ambiente.

cupom valido até dez/2017

Algumas dicas úteis:
– Óleos essenciais no Brasil vem sempre em frascos de 2, 5, 7, 9 ,10, 11 – passando desta medida, desconfie da procedência ou certifique-se de que seja mesmo óleo essencial e não vegetal (porque já vi frascos com 30/100ml para mais na IHerb)

– Nenhum óleo essencial custará menos que R$10 no Brasil, frascos escrito essência e custando cerca de R$5 sem o nome da planta em latim é certeza de serem sintéticos.

– Já no exterior a maioria dos óleos são bem mais baratos do que aqui, o motivo é que a grande maioria dos óleos essenciais comercializados no Brasil são importados.

– Na dúvida pergunte sempre! Via SAC ou facebook das marcas.

Com o tempo esta lista de hoje cresça, coloquei aqui as marcas que já usei ou tenho certeza absoluta de confiança, seja por pessoas idôneas que já usaram ou informações de profissionais e até da minha professora.

Lojas físicas normalmente são lojas de produtos naturais como Mundo Verde, que vende Phytoterapica, WNF e By Samia e farmácias homeopáticas com as mesmas marcas.

Entenda tudo sobre máscaras faciais e veja por que as famosas as amam

Entenda tudo sobre máscaras faciais e veja por que as famosas as amam

Feitas em casa ou compradas em farmácias e perfumarias, elas podem deixar a sua pele incrível. Fique de olho nos benefícios!
Por Da Redação access_time 31 maio 2018, 13h00 chat_bubble_outline more_horiz

Vira e mexe a gente vê no Instagram alguma celeb com o rosto todo melecado de máscara facial. E tanto sucesso tem uma razão: ela realmente funciona. Por isso, a CH preparou uma seleção de dicas para usar o produto. É só anotar tudo e se preparar para bancar a Maisa, a Vanessa Hudgens, a Bella Hadid… e fazer selfies bem diferentes hahaha.

maisa-mascara-facial Maisa Silva sempre testa máscaras nas redes sociais
Maisa Silva sempre testa máscaras nas redes sociais (Reprodução/Instagram)

Por que elas são boas para a pele?
As máscaras faciais possuem uma concentração maior de ativos do que outras opções de cosméticos. Além disso, durante a aplicação, passamos uma camada maior de produto na pele, o que faz com que ele penetre com maior facilidade pelos poros.

Para o que ela serve?
Existem muitas máscaras com diferentes funções: para hidratar, para retirar o óleo, para acalmar… A dica é investir naquela que tem mais a ver com a sua necessidade. Para a pele seca, procure um produto com ácido hialurônico, mel e óleos naturais. Para controlar a oleosidade, o ideal são opções que contenham ácido salicílico e argila verde ou branca. Já para tratar a acne, aposte em extratos naturais, como aloe vera, própolis e argila também.

bella-hadid-mascara-facial Bella Hadid e uma amiga no ~momento spa~
Bella Hadid e uma amiga no ~momento spa~ (Reprodução/Instagram)

Como usar
Antes de aplicar, lave bem o rosto para retirar as impurezas e faça uma leve esfoliação para que o produto penetre melhor na pele. Permaneça com a máscara de 10 a 15 minutos (este tempo depende das instruções da embalagem). Depois, enxágue para retirar o produto.

A periodicidade ideal
O mais indicado é usar a máscara de 15 em 15 dias. Se a pele estiver muuuito ressecada, dá para aplicá-la uma vez por semana. Importante : ela não substitui os produtos de cuidados diários. Por isso, mantenha sua rotina normalmente.

vanessa-hudgens-mascara-facial Vanessa Hudgens também é fã do produto!
Vanessa Hudgens também é fã do produto! (Reprodução/Instagram)

Leia também: Máscara Preta comprar

Caseiras X Industrializadas
Tanto as máscaras feitas em casa quanto as que compramos em perfumarias trazem benefícios para a pele. Vai optar por uma caseira? Então, fique de olho nos ingredientes. Produtos ácidos devem ficar longe das misturas, pois podem causar danos ao rosto (por exemplo, manchar a pele). Além disso, pesquise bastante para encontrar os ativos certos e chegar no resultado esperado.

multimask-mascara-facial A hasgtag #multimask virou mania de beleza da internet
A hasgtag #multimask virou mania de beleza da internet (Reprodução/Instagram)

Multimask
Que tal usar várias máscaras faciais ao mesmo tempo? A ideia é aplicar em cada parte do rosto um produto com a função específica para ela. Apesar de dar mais trabalho, o multimask funciona. O segredo é nunca misturar vários produtos e passá-los ao mesmo tempo, pois um pode neutralizar o efeito do outro.

4 ÓLEOS CORPORAIS QUE EU ADORO!

4 ÓLEOS CORPORAIS QUE EU ADORO!

Confesso que não dou muita bola para óleos corporais no verão, não… Mas quando o clima esfria, eles viram meus melhores amigos, haha. Tenho a pele bem seca e, ultimamente, o clima aqui em Curitiba anda gelado, o que faz com que eu sofra um pouco com a pele descamando ou esbranquiçada. Por isso resgatei os óleos corporais que tinha ou ganhei nos últimos tempos e tenho usado muito! E apesar de eles não substituírem o hidratante corporal – já que eles só ajudam a manter a hidratação da pele – pra mim já faz uma super diferença.

Leia também: Óleo de Argan como usar

E os que eu tenho usado ultimamente são os que estão nesse post aqui – vou falar mais especificamente de cada um deles já já. Além disso, também adoro o mais básico que tem, o óleo de amêndoas da Johnson’s – ele só não entrou no post porque não tenho nenhum no momento e quero usar esses antes de comprar novos. Mas ele está no meu coração também, especialmente pelo custo-benefício.

Procurando indicação de hidratantes para usar no frio? Aqui tem vários!

ÓLEOS CORPORAIS QUE EU ADORO!
óleos corporais

O Bio-oil ficou bem famosão ultimamente (tem post só dele aqui) – ele é um óleo que pode ser usado tanto no corpo quanto no rosto e promete hidratar, nutrir e melhorar a aparência da pele com o uso contínuo.

Esse óleo da Souvie eu não conhecia, mas recebi outro dia e já fui testar – ele é orgânico e promete reestruturar o equilíbrio da pele. A composição tem óleos orgânicos de girassol, coco, rosa mosqueta e castanha-do-pará, ricos em vitaminas A, B, C e E. Originalmente ele foi feito especialmente para gestantes – não é meu caso no momento haha, mas uso mesmo assim.

O Huile Tonic da Clarins é um óleo formulado 100% com extratos vegetais – ele promete hidratar e ajuda a firmar, restaurando a elasticidade da pele.

Para terminar o Sève, da Natura, é super famoso também – eles sempre lançam edições diferentes com perfumes gostosos. Esse aí é o de Amêndoas e Frésia. Ele promete pele macia e hidratada por até 24 horas.

óleos corporais

A textura de todos é bem semelhante – uns são mais grossos, como o da Clarins, enquanto outros são um pouco mais fluídos, tipo o Bio-oil, mas não tem muita variação nesse quesito, não.

óleos corporais

Quanto ao perfume, quem ganha de lavada é o da Natura, que tem um perfume bem delícia – acho que esse de frésia talvez seja o que eu mais gostei de todos os da linha que já testei. O que eu menos gosto nesse quesito é o da Souvie – mas não é algo que me incomode, uso normalmente mesmo assim. O que acontece é que, como ele é todo orgânico e natureba, ele tem cheiro dos óleos mesmo, não tem perfume junto, sabem como? Já os outros dois são mais neutros.

Acho que todos deixam a pele macia e dão uma ajuda na hidratação, mas o melhor, para mim é da Clarins. Juro, queria um litro desse, mas infelizmente não será possível porque ele é absurdamente caro, hahaha. Não se pode ter tudo nessa vida – por isso economizo esse potinho mini! De qualquer forma, gosto bastante dos demais também, recomendo todos,

ONDE COMPRAR?
O óleo da Souvie é vendido em farmácias, como na Panvel, por exemplo – o frasco de 90 ml custa R$ 86; o óleo da Clarins e o Bio-oil podem ser encontrados no Beleza na Web – o da Clarins custa R$ 298 por 100 ml e o Bio-oil custa de R$ 36,99 a R$ 79,99, dependendo do tamanho do frasco; por fim, o da Natura, que custa R$ 64,90, pode ser encomendado com consultoras ou adquirido nas loja física ou virtual.

CHÁ DE GENGIBRE

CHÁ DE GENGIBRE

Muita gente gosta do chá de gengibre porque ele ajuda a curar resfriado e dor de garganta. Além desses benefícios, claro, o chá de gengibre é uma delícia que pode ser tomada a qualquer hora. Sirva bem quentinho para o sabor ficar ainda mais marcante.

Leia também: chá de gengibre receita

INGREDIENTES
1 pedaço de gengibre (cerca de 5 cm)
1 ½ xícara (chá) de água
açúcar ou mel a gosto
MODO DE PREPARO
1. Com uma escovinha para legumes, lave bem a casca do gengibre sob água corrente. Seque e corte o gengibre em fatias finas.

2. Numa leiteira ou chaleira, coloque a água, as fatias de gengibre e leve ao fogo médio. Quando começar ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 5 minutos.

3. Desligue o fogo, tampe deixe descansar por 2 minutos. Adoce a gosto com mel e sirva a seguir.

3 máscaras faciais para fazer com itens que você tem em casa

3 máscaras faciais para fazer com itens que você tem em casa

Aprenda alguns truques simples para ajudar a tratar problemas complicados
Redação

Quando se pensa em tratamentos estéticos é comum achar que eles só são possíveis em clínicas especializadas com recursos de alta tecnologia. De fato é verdade que quando vamos fazer algum procedimento é importante ter profissional de confiança dando as orientações necessárias. Afinal é a nossa saúde que está em jogo.

Leia também: Máscara de pepino fazer

Mas existem algumas técnicas que podemos fazer em casa, sem colocar nossa saúde em risco e obtendo bons resultados. Algumas máscaras faciais são feitas com produtos naturais. E o melhor, que temos em casa. Sim, dentro da sua geladeira ou dispensa existem também itens que podem te ajudar a cuidar da saúde da sua pele.

Para orientar sobre quais ingredientes podem ser úteis para fazer máscaras faciais, o Minha Vida conversou com a fitoterapeuta e professora de estética Sueli Marini, da clínica Movimento Corporal (SP).

É importante lembrar que as máscaras não substituem os tratamentos dermatológicos ou estéticos. Além disso, é importante informar qualquer alteração que você note na sua pele. Sueli também conta que o ideal é fazer usar a máscara no máximo uma vez por semana e não mais que isso.

Confira a seguir as receitas que ela deu para diferentes problemas de pele.

Manchas na pele
Uma boa dica para melhorar o aspecto da pele é a máscara de aveia. Além de ser um alimento muito nutritivo, ela também é rica em silício e proteínas, o que contribui para a renovação pele. Isso ajuda nas divisões celulares e deixa o tecido com uma melhor aparência, além de mais saudável.

Receita

1 colher (sopa) de aveia
500 ml de iogurte natural
1 colher (café) de mel
Modo de preparo

Misture os ingredientes e permaneça com a máscara durante 20 minutos. Retire com água fria.

Acne e cravinhos
Quem tem acne e cravinhos pode usar a máscara de argila para complementar o tratamento dermatológico. A argila tem diversas propriedades: é antioxidante, secativa, adstringente, reconstrutora, antisséptica e desintoxicante. Por isso, ela pode ser usada para tratamento de acne, após a limpeza de pele, para melhorar celulite (pois ativa a circulação sanguínea), flacidez tissular e seborreia, entre outros usos.

Receita

1 colher de sopa de argila
1 xícara de chá de manjericão
20 gotas de própolis
Modo de preparo

Dissolva a argila no chá de manjericão até engrossar. Depois, acrescente 20 gotas de própolis. Enxague com água fria.

Envelhecimento precoce
O açaí é considerado mundialmente um dos mais potentes alimentos antienvelhecimento. O frutinho de um roxo intenso é um arsenal de nutrientes, como vitaminas (A, E, D, K, B1, B2, C), minerais (cálcio, magnésio, potássio, ferro), aminoácidos, antioxidantes e óleos essenciais. É rico em polifenóis que agem diretamente na saúde dos vasos sanguíneos e detonam os radicais livres, aqueles responsáveis pelo envelhecimento e dano à pele.

Receita

1 colher (sopa) de soja em pó
1 Polpa de açaí
10 gotas de própolis
Modo de preparo

Junte a soja com a polpa de açaí até dar ponto de creme e acrescente 10 gotas de própolis. Aplique a máscara ainda gelada.

Queda de cabelo

Queda de cabelo

Alterações significativas na aparência dos cabelos podem impactar seriamente a auto-estima das pessoas. A queda de cabelos pode causar sérias conseqüências emocionais – tanto para homens como para mulheres.

Os cabelos não servem somente como um aliado estético, mas também funcionam como um isolante térmico, protegendo a cabeça das radiações solares.

O principal indicativo de cabelos saudáveis é quando a cutícula do cabelo tem um padrão regular. Isso faz com que as moléculas de água e de proteína mantenham-se no cabelo – mantendo-o maleável, com brilho, forte e macio.

Mas quando nosso cabelo começa a cair ou está com sua estrutura alterada, isso pode ser indício de doenças.

As causas para a queda de cabelo podem ser internas ou externas.

Causas Externas
As causas externas da queda de cabelo geralmente são provocadas por desgastes por produtos químicos, tais como:

Escova progressiva;
Tinturas de má qualidade;
Tração dos fios – como em sessões de alisamento – ou por pressão provocada por penteados que puxam o cabelo para traz;
Acúmulo de resíduos de cremes no couro cabeludo.
Mas a causa da queda não necessariamente é de origem química. Entre as causas comuns de origem não-química estão exposição excessiva aos raios ultravioleta, uso de secadores e escovação brusca.

Leia também: remédio para queda de cabelo

Em ambos os casos, ocorrem anomalias na disposição das cutículas e, conseqüentemente, na estrutura dos fios e do couro cabeludo, deixando-os danificados. Nesses casos – em que as escamas ficam abertas, provocando perda de brilho, umidade e resistência – faz-se necessário um tratamento profundo e intensivo. Esse tratamento deve ser à base de cremes específicos para a recuperação dos fios. Além disso, deve-se parar completamente com o uso dos produtos químicos nos cabelos, até que eles estejam novamente revitalizados.

Quando os cabelos estão caindo em grande quantidade ou quando tornam-se mais finos e escassos, não se deve dispensar a consulta a um dermatologista para descobrir com precisão a causa.

Os especialistas na área irão avaliar o problema do paciente, buscando informações sobre sua dieta, uso de medicamentos, vitaminas tomadas nos últimos seis meses, histórico familiar e doenças recentes. No caso de mulheres que apresentam esta queixa, o médico deve perguntar sobre o ciclo menstrual, gravidez e menopausa.

A próxima etapa é fazer um exame do couro cabeludo, analisando os fios de cabelo ao microscópio. Testes laboratoriais mais específicos também podem ser indicados, como por exemplo, a biópsia do couro cabeludo.

Causas Internas

Má Alimentação
Uma alimentação rica em vitaminas e proteínas é essencial para o fortalecimento dos fios. Por isso, para obter os nutrientes necessários, procure seguir uma dieta equilibrada que contenha:

Zinco, presente em alimentos como carne vermelha, frango e peixe; (saiba mais)
Aminoácidos lisina, cisteína e prolina, presentes em carnes;
Beta-caroteno, presente em vegetais alaranjados como cenoura e folhas de cor verde-escura;
Vitaminas do complexo B, presentes em grãos, nozes, legumes, cereais integrais.
O ferro é um dos componentes mais importantes para a saúde do cabelo. A reserva de ferro no organismo deve estar alta. Algumas pessoas não ingerem ou não absorvem bem o ferro. Mulheres com o período menstrual muito longo ou com grande volume perdem muito ferro e ficam anêmicas. Para saber mais detalhes sobre o que fazer, veja nosso artigo sobre ferritina.

Pós-parto
Geralmente após o parto, ocorrem casos de queda de cabelo em algumas mulheres. Porém, essa queda é perfeitamente normal, ocorrendo enquanto o organismo da mulher se recupera dos desequilíbrios hormonais da gravidez. Outro fator agravante é a amamentação — período em que a mãe dispõe de muitos nutrientes para o bebê através do leite.

A queda de cabelo normalmente inicia-se de 2 a 3 meses após o parto, normalizando-se naturalmente no prazo de 1 a 6 meses.

Durante este período, valem os conselhos habituais: evite banhos muito quentes, escovação exagerada e realize massagens no couro cabeludo com as pontas dos dedos. Não há restrições após o parto com relação ao uso de tinturas, tonalizantes e procedimentos químicos – como permanente e alisamento.

Micoses do couro cabeludo
Essa infecção é contagiosa e mais comum em crianças.

Inicialmente formam-se pequenas áreas de descamação que podem se estender e resultar em áreas de fios quebradiços, eritema (vermelhidão), edema (inchaço) e infiltração. O tratamento deve ser feito através de medicação oral.

Uso das pílulas anticoncepcionais
Mulheres que apresentam queda de cabelos ao utilizarem pílulas anticoncepcionais geralmente já apresentam uma tendência prévia a terem menor quantidade de cabelos. Se a queda efetivamente ocorrer, a usuária deverá consultar seu ginecologista na tentativa de substituir o anticoncepcional usado.

Quando a mulher interrompe o uso do anticoncepcional, ela poderá perceber que a queda do cabelo inicia-se de 2 a 3 meses após esta interrupção, podendo permanecer até 6 meses.

Saiba mais sobre Anticoncepcional
Distúrbios da glândula tireóide
Com relação à produção dos hormônios da tireóide, tanto a diminuição (hipotireoidismo) como o aumento (hipertireoidismo) podem ser causas de queda de cabelo. Estas alterações podem ser diagnosticadas através de exames laboratoriais. O tratamento correto das doenças da tireóide pode corrigir efetivamente a perda capilar.

Febre alta e infecções
Uma gripe forte pode levar a uma queda excessiva dos cabelos por algum tempo, cessando espontaneamente.

Tratamentos para câncer (quimioterapia e radioterapia)
Alguns tipos de tratamentos para câncer farão com que as células responsáveis pelo crescimento dos cabelos parem de se multiplicar. Os cabelos começam, então, a ficar finos e quebradiços. Isto ocorre cerca de 1 a 3 semanas após o início do tratamento. Pacientes podem chegar a perder mais de 90% dos seus cabelos. Depois de terminado o tratamento, o crescimento capilar reinicia-se normalmente.

Cirurgia e medicação intensa
Alguns medicamentos usados no tratamento de gota, artrite, depressão, problemas cardíacos, hipertensão arterial e anemia contribuem para o problema. O excesso de vitamina A também pode levar à queda.

Calvície hereditária
É a causa mais comum, sendo que esta tendência pode ser herdada tanto do lado materno quanto do lado paterno da família.

Saiba mais sobre Calvície
Alopecia Areata
É o tipo de queda de cabelo que leva a uma área pequena e arredondada totalmente sem cabelos (“pelada”).

QUAIS SÃO OS MELHORES REMÉDIOS PARA CÓLICA MENSTRUAL?

QUAIS SÃO OS MELHORES REMÉDIOS PARA CÓLICA MENSTRUAL?

Não importa a idade ou fase da vida, quando o período menstrual se aproxima, muitas mulheres já começam a procurar os melhores remédios para as dores provindas desse ciclo, pois sabem que esse incômodo sempre acompanha a menstruação. É por esse motivo que saber quais são os melhores tratamentos para esse problema é tão importante. Afinal, ninguém merece sofrer todo mês com as terríveis cólicas menstruais, não é mesmo?

Pensando nisso, desenvolvemos este post para mostrar quais são os melhores remédios que ajudam no combate às dores menstruais. Também traremos outras informações relevantes sobre o assunto, de modo que este material sirva como um verdadeiro guia completo. Ficou interessada? Então acompanhe os tópicos a seguir, pois esclarecemos as principais dúvidas que as mulheres têm sobre a cólica menstrual.

O que é a cólica menstrual e como ela acontece?
Também conhecida como dismenorreia, a cólica é um sintoma que acomete muitas mulheres que estão em seu ciclo de menstruação. É importante salientar que existem dois tipos desse desconforto, sendo que um deles é considerada normal e o outro pode ser provocado por doenças graves. Veja!

Cólica primária
A cólica primária não tem uma origem conhecida, e pode ocorrer desde a menarca — primeira menstruação da mulher — até o último ciclo, a chamada menopausa ou climatério.

Embora seja incômodo, a cólica é normal e pode acontecer em muitas mulheres. Nesse caso, o indicado é que sejam utilizados remédios específicos para a dor, com o objetivo de aliviar os sintomas e, assim, terminar com o desconforto.

Cólica secundária
Já a cólica secundária é mais grave que a primária, e ocorre em decorrência da manifestação de doenças no organismo — endometriose, miomas e inflamações pélvicas podem provocar esse tipo de desconforto.

É por isso que convém que as mulheres façam sempre um acompanhamento com um médico ginecologista. Afinal, apenas esse profissional poderá diagnosticar a causa da cólica secundária e, assim, recomendar o tratamento mais adequado para cada situação.

Quais são os tipos de absorvente que podem ser utilizados e qual a relação com a cólica?
Existem vários tipos de absorventes que podem ser utilizados quando ocorrer o ciclo menstrual. No entanto, é necessário ter alguns cuidados, uma vez que o uso incorreto desse artifício, poderá causar problemas que pioram a cólica menstrual.

Absorvente protetor diário
Apesar de ter esse nome, não se recomenda que o absorvente protetor diário seja utilizado todos os dias. Afinal, embora a região genital produza secreções todos os dias, é preciso que ela tenha liberdade para transpirar.

Quando a vagina é abafada pelo protetor diário, as secreções ficarão acumuladas no local, aumentando as chances de micro-organismos, como os fungos e bactérias, se desenvolverem. Isso pode causar problemas como a coceira e o mau cheiro, bem como as infecções que, como sintoma, desencadeiam a cólica menstrual.

Absorvente higiênico
O absorvente higiênico é o tipo mais comum do produto e é utilizado pela grande maioria das mulheres, podendo ser encontrados nas farmácias e supermercados nos mais diversos tipos e tamanhos.

Quando o fluxo ainda está fraco, utilizar os absorventes mais finos resolve o problema dos vazamentos. No entanto, quando ele aumenta, é importante utilizar um modelo mais grosso e com abas. Além disso, a troca precisa ser mais frequente.

É importante que a troca do absorvente higiênico seja feita pelo menos uma vez a cada quatro horas no período menstrual. Isso se justifica pela necessidade de o sangue acumulado não abafar a região genital e proporcionar o desenvolvimento de bactérias que podem gerar infecções e cólicas.

Absorvente interno
Há, ainda, o absorvente interno, que é visto pelos ginecologistas como uma boa opção para evitar a proliferação de fungos e bactérias na região íntima, uma vez que ele não entra em contato com a parte externa do corpo.

Além disso, por ser interno, ao utilizar esse tipo de absorvente é possível fazer atividades físicas, entrar no mar e na piscina, entre outras ações que são complicadas de serem executadas utilizando um absorvente comum.

Coletor menstrual
Também conhecido como copinho, o coletor menstrual é feito de um tipo de plástico especialmente desenvolvido para que seja maleável e higiênico. Assim, o produto deve ser introduzido na vagina, de modo que todo o sangue da menstruação fique armazenado dentro dele. A cada quatro horas, a mulher deve retirar o coletor, fazer o descarte do sangue e lavá-lo para ser inserido novamente na região genital.

Esse modelo, assim como o absorvente interno, é útil para que fungos e bactérias não se desenvolvam na região íntima, evitando o surgimento da cólica secundária.

Como você pode perceber, o tipo de absorvente usado quando se está menstruada afeta na saúde íntima e pode contribuir para que doenças se proliferem, cujo sintoma principal é a cólica secundária. Dessa forma, é preciso estar sempre atenta aos sinais que demonstram que há algo errado com a sua menstruação.

Quais são os sinais que demonstram que há algo errado com a menstruação?
As cólicas muito fortes são sinais de que algo está errado com a sua menstruação. Além desse sintoma, outros sinais também podem se manifestar. Sendo assim, continue com a leitura e confira, brevemente, sobre cada um deles.

Aumento repentino do fluxo
Quando o seu fluxo menstrual sofre um aumento repentino, é sinal que as alterações hormonais possam acontecer. Além disso, tal característica também pode indicar a presença de um mioma.

Diminuição repentina do fluxo
Assim como o aumento do fluxo indica algo errado com a menstruação, o mesmo ocorre quando ela diminui consideravelmente. Após descartar a possibilidade de gravidez ou o climatério, no caso de mulheres com idades acima dos 40 anos, é preciso analisar o que está causando essa diminuição.

A menstruação diminuída pode indicar problemas endocrinológicos, que precisam ser avaliados pelos médicos ginecologista e endocrinologista. Além disso, essa diminuição pode causar as temidas cólicas.

Ciclo irregular
O ciclo irregular pode acontecer por diversas causas que, geralmente, são relacionadas a questões hormonais. Assim, se uma mulher passa por uma situação de forte estresse emocional, por exemplo, pode ocorrer uma alteração nos hormônios e, consequentemente, ter o ciclo irregular — outra causa disso é o uso de pílulas do dia seguinte.

No caso de a menstruação ocorrer mais de uma vez por mês e vir acompanhada de fortes cólicas, pode ser o indício de lesões no colo do útero. Tais lesões, se não tratadas de imediato, podem desenvolver o câncer, sendo muito necessário a consulta com médico sempre que isso ocorrer.

Como a alimentação pode influenciar no alívio da cólica menstrual?
Um fator que pode influenciar na aparição dos sintomas da tensão pré-menstrual — a famosa TPM — é a alimentação da mulher. Existem alguns alimentos que podem ser incluídos na sua dieta para evitar que a cólica menstrual seja um sintoma frequente no seu cotidiano.

Os laticínios são ricos em cálcio, uma substância que age diretamente na musculatura lisa do útero. Sendo assim, o consumo de leite e seus derivados é muito importante para que a mulher evite sofrer as cólicas menstruais. Outro ótimo nutriente é o ácido graxo, que apresenta propriedades anti-inflamatórias que contribuem para o alívio das dores — ele é encontrado em alimentos como as nozes e castanhas, peixes, abacates etc.

Além disso, também é indicado o consumo de muitas frutas e hortaliças, que são compostas por líquidos e vitaminas que contribuem para o não surgimento de dores abdominais no período menstrual.

Quais são as alternativas naturais e alopáticas para a cólica?
Existem algumas alternativas alopáticas — a chamada medicina natural — que podem ser úteis para o alívio e prevenção das cólicas menstruais. Veja algumas delas, na sequência.

Chás
Beber chás que tenham ações analgésicas é uma atitude que pode contribuir muito para o combate às cólicas menstruais. Os mais indicados e que podem estimular a circulação periférica e amenizar as dores são os de ervas como a lavanda, a mangueira, o agnocasto, a alfavaca e a Artemísia.

Acupuntura
A acupuntura é uma técnica milenar que pode ser aplicada por profissionais como fisioterapeutas e farmacêuticos que tenham especialização na área.

De acordo com os especialistas da medicina tradicional chinesa, as cólicas menstruais ocorrem em decorrência do desequilíbrio entre órgãos, como o baço, o fígado e o pâncreas. Assim, as técnicas de acupuntura podem ser uma boa opção para evitar as temidas dores no período da menstruação.

Massagens
Alguns tipos de massagens também contribuem para que as cólicas menstruais amenizem. A técnica mais recomendada é a que utiliza pedras quentes, uma vez que o calor têm um efeito muito eficaz contra o inchaço, comum no período menstrual.

Exercícios físicos
A prática esportiva também deve ser vista como uma aliada das mulheres que sofrem com cólicas menstruais. Isso se justifica pelo fato de os exercícios aeróbicos provocarem uma sensação de euforia e prazer, de modo que o desconforto fique em segundo plano para o organismo.

Além disso, as atividades físicas dilatam os vasos do colo do útero, de modo que a passagem de sangue é facilitada e a menstruação ocorre mais facilmente.

O que é a endometriose e qual é a sua relação com a cólica menstrual?
É chamada de endometriose a doença que caracteriza a implantação do tecido do útero da mulher em outros órgãos do corpo, como os ovários, a bexiga ou o intestino. Esse deslocamento causa fortes dores abdominais e cólicas menstruais.

Apesar disso, pelo fato de muitas mulheres já apresentarem as cólicas primárias nos ciclos normais de menstruação, a endometriose é uma doença difícil de ser identificada sem que sejam feitos exames mais aprofundados.

Além das cólicas menstruais, a endometriose causa outros sintomas que precisam de uma maior atenção das mulheres, como:

cólicas fortes também fora do período menstrual;
dificuldades para engravidar;
sangramento com muita abundância no ciclo menstrual;
cansaço crônico;
dores durante as relações sexuais e masturbação;
sangramentos e dores ao urinar.
Se você apresentar um ou mais desses sintomas combinados com as cólicas menstruais, é imprescindível que procure um médico e solicite uma série de exames para saber se está com endometriose. Em caso positivo, o profissional da saúde poderá lhe prescrever o tratamento adequado.

Que exames podem ser feitos para detectar a causa da cólica menstrual?
Ao realizar uma consulta com um médico ginecologista e se queixar de cólica menstrual, ele poderá lhe solicitar uma bateria de exames. Falaremos um pouco sobre os principais deles a seguir.

Papanicolau
O papanicolau é um exame ginecológico cujo objetivo é detectar a presença de células cancerosas no colo do útero. Além disso, ele também pode ser útil para diagnosticar doenças sexualmente transmissíveis como a clamídia, a sífilis, o HPV, a gonorreia, entre outras

É recomendado que todas as mulheres com idades entre os 21 e os 65 anos façam o exame papanicolau pelo menos uma vez ao ano, principalmente se sentirem cólicas menstruais fortes.

Exames laboratoriais
Os exames laboratoriais, como a análise de sangue, urina e secreção vaginal são importantes para garantir a boa saúde íntima. Os resultados dessas análises, caso alterados, podem indicar que uma investigação mais minuciosa precisa ser feita para identificar possíveis problemas.

Ressonância magnética
Esse exame de imagem proporciona que o médico visualize as taxas de sensibilidade do colo do útero e outros órgãos da mulher. Assim, é possível verificar a presença de doenças, como a endometriose, por exemplo.

Ultrassonografia transvaginal
A ultrassonografia transvaginal tem objetivos similares aos da ressonância magnética, porém com um valor mais acessível e menos eficiente.

Por esse motivo, é comum que os médicos solicitem primeiro a ultrassonografia e, se os resultados apresentarem alguma alteração, uma ressonância magnética pode ser feita para garantir melhore informações sobre o problema detectado.

Leia também: Atroveran funciona

Exame ginecológico meticuloso
O exame ginecológico meticuloso é feito por meio do toque vaginal e, em alguns casos, também o retal. Essa análise tem o objetivo de identificar possíveis alterações no local que possam ser indícios da presença de doenças.

Laparoscopia diagnóstica
Também chamado de videolaparoscopia, esse exame consiste na introdução de um tubo fino na vagina, permitindo que os órgão reprodutores possam ser visualizados por meio de uma câmera. Dessa forma, é possível fazer a identificação com maior clareza da ocorrência de doenças que têm como sintoma a cólica menstrual, como é o caso da endometriose.

Além disso, esse exame também é muito utilizado para diagnosticar outros problemas relacionados à região íntima da mulher, como a infertilidade, as dores pélvicas etc.

Quais são os melhores remédios para cólica menstrual?
Agora que você já conhece os motivos dos desconfortos na região do útero, chegou o momento prometido em nosso título: os melhores remédios para cólica menstrual. Portanto, continue com a leitura e entenda em quais situações cada um deles é recomendado.

Anti-inflamatórios
Os anti-inflamatórios são os remédios mais indicados pelos médicos para o tratamento de cólicas menstruais, pois eles têm como princípio ativo componentes que amenizam as dores. No entanto, é recomendado o uso de anti-inflamatórios no formato de cápsula de gel ou líquido, pois eles têm um efeito mais imediato, por serem rapidamente absorvidos pelo organismo.

Os anti-inflamatórios em comprimido também são úteis, mas podem levar até duas horas para serem totalmente dissolvidos e fazerem efeito, sendo mais recomendados para tratamento em longo prazo — e não quando se deseja que as dores cessem no momento.

Analgésicos
Aqueles comprimidos que você sempre tem na bolsa, no kit de primeiros socorros ou em sua farmacinha caseira, para combater dores de cabeça e outros incômodos também podem ser úteis para aliviar as cólicas. Os analgésicos têm efeito de, aproximadamente, 20 minutos após serem ingeridos e sua ação no organismo dura de quatro a seis horas.

Antiespasmódicos
Alguns conhecidos como medicamentos antiespasmódicos também podem reduzir as dores causadas pelas contrações do útero, sendo muito indicados para o tratamento de cólicas menstruais. O ideal é que você utilize esses remédios quando já apresentar os primeiros sintomas da tensão pré-menstrual (TPM), agindo de maneira preventiva — ou seja, para que os desconfortos não cheguem a surgir.

Remédios caseiros
Sabe aquelas receitinhas práticas que nossas avós já usavam em sua época para se livrar de problemas como as cólicas menstruais? Elas ainda são muito úteis, principalmente quando você já estiver fazendo outro tratamento de saúde e não puder fazer a combinação de medicamentos.

Entre os remédios caseiros que se destacam está o chá de gengibre com canela, já que o primeiro insumo tem propriedades anti-inflamatórias e o segundo tem um efeito analgésico. Sendo assim, a combinação dos dois itens naturais resulta na diminuição das cólicas.

Para preparar o chá de canela com gengibre, basta ferver um litro de água e acrescentar um gengibre com aproximadamente cinco centímetros e um pau de canela. Após esse tempo de fervura, coe o chá e beba até três xícaras por dia.

Outro tratamento natural que pode ser realizado é o chá de angélica-chinesa, uma planta medicinal que tem efeito similar ao dos medicamentos antiespasmódicos.

Utilizando o remédio para cólica ideal para você, essas dores deixarão de ser um incômodo mês após mês. Vale ressaltar, no entanto, que o uso de medicamentos não deve ser feito por conta própria, de modo que consultar um médico e ter um aconselhamento profissional é sempre o mais indicado.

Também já citamos alguns outros tipos de terapias alternativas anteriormente, as quais também podem ser aplicadas e são consideradas remédios caseiros.

E então, gostou do nosso artigo sobre cólica menstrual? Agora você já está muito bem informada sobre o assunto e sabe como proceder caso também sofra com esse mal.

Para que suas amigas também se informem sobre os melhores remédios para cólica menstrual, que tal compartilhar este artigo em suas redes sociais? Assim você dissemina o conhecimento dessas questões importantes para a vida de todas as mulheres.

Wallababie: Para que serve? Onde comprar? Vale a pena mesmo? Veja nossa resenha!

Ultimamente o Beleza Feminina vem recebendo muitas mensagens de leitoras mamães e grávidas comentando sobre um produto novo no mercado, o Wallababie, que está fazendo maior sucesso. Nunca tínhamos ouvido falar, mas fomos procurar saber, coletar informações para ver do que se trata, ver suas funcionalidades, benefícios, enfim, tudo para informar da melhor maneira nossas leitoras que estão em dúvida.

Fizemos uma pesquisa completa, conversamos com algumas leitoras que já aprovaram, e trouxemos para vocês todas as informações que coletamos e nosso ponto de vida sobre o produto. Nesse texto você vai saber exatamente tudo sobre esse produto e porque ele pode mudar sua vida!

CLIQUE AQUI PARA SABER MAIS SOBRE O WALLABABIE!

Contents [hide]

1 Onde comprar o Wallababie pelo melhor preço?
2 Quanto vou pagar por esse produto? Qual é o preço?
3 O que é o Wallababie? Como ele pode me ajudar?
4 Mas afinal, o que seriam essas 10 aplicações?
5 Qual o site oficial do produto? Ele é seguro?
6 Porque o Wallababie é diferente dos outros?
7 Esse produto é para mim?
8 Ele serve para qualquer tamanho de bebê conforto e carrinho?
9 Prazo de entrega do produto
10 Posso comprar no Mercado Livre? É seguro?
11 Não gostei do produto, tenho direito a garantia?
12 Benefícios do Wallababie
13 Depoimentos de mamães que aprovaram
14 Afinal, Vale a pena mesmo? Devo confiar?
Onde comprar o Wallababie pelo melhor preço?
Você bem sabe que produtos para bebês e mamães de primeira viagem são bem caros. Sim, lojas especializadas colocam preços exorbitantes. A demanda é alta, todo dia tem uma gravida querendo fazer o enxoval do seu bebê. Mas pelo que constatamos com o Wallababie é diferente.

O produto chegou no mercado para facilitar a vida das mamães de primeira viagem, proporcionando qualidade, conforto, praticidade e economia.

O Wallababie é vendido unicamente online, portanto, você não o encontrará no

Para que você consiga comprar o seu Wallababie com os melhores preços e com total segurança basta você acessar o site oficial do produto, https://wallababie.com.br/.

Somente o site oficial te oferece o produto original e de qualidade, aquele que vai te proporcionar os benefícios e as vantagens esperadas, facilidades nas formas de pagamento, compra 100% segura, pagamento sigiloso, entrega rápida, descontos e promoções com preços que cabem no seu bolso, e tantos outros.

Então lembre-se sua compra precisa e deve ser através do site oficial. Mas não perca tempo pois as promoções e descontos são por tempo limitado.

Clique no botão abaixo e acesse mais rapidamente o site oficial.

ATENÇÃO, leitoras! Não somos os produtores do WALLABABIE, somos um site sobre o universo feminino e variedades. Para dúvidas ou mais informações,clique aqui e acesse o site oficial!
Quanto vou pagar por esse produto? Qual é o preço?
Como já mencionamos acima, o site oficial é o único lugar onde você irá encontrar o produto original pelos melhores preços. Pelo que percebemos e observamos, muitos lugares estão vendendo falsificações desse produto se aproveitando do sucesso que anda fazendo, mas pode custar a saúde do seu bebês.

Acessando a página oficial do Wallababie você encontra ofertas imperdíveis, com preços que cabem no seu bolso.

Quer economia? Então presta atenção que vamos detalhar a oferta para você, assim depois você poderá realizar seu pagamento com toda segurança.

Se você comprar agora o seu Wallababie você ganha 50% de desconto,ISSO MESMO! O produto que antes era R$414,00 vai sair apenas por 12 vezes de R$20,78. Incrível!

Ao optar por experimentar o produto, você será encaminhado para a página de pagamento, e lá poderá escolher a forma que deseja pagar. Você poderá dividir em até 12 vezes no cartão de crédito (Visa, Mastercard, American Express, Divers Club, Elo, Hipercard) ou pelo boleto bancário.

Porém, se você deseja uma entrega mais rápida, a recomendação é que você realize o pagamento via cartão de crédito, isso porque a validação do mesmo é feita em menos tempo comparado ao boleto bancário, fazendo com que o produto chegue logo em sua casa.

Clique na imagem abaixo e não perca tempo, adquira o seu!

O que é o Wallababie? Como ele pode me ajudar?
Pois bem, quando nos contaram sobre o Wallababie ficamos curiosas. Isso porque nossas leitoras mamães ou as grávidas não paravam de elogiar. Fomos atrás para ver o que era esse produto que tanto estávamos ouvindo falar sobre..

E vamos revelar em primeira mão para você.. Aqui está tudo que ficamos sabendo:

O Wallababie é um produto que chegou e está transformando o mercado infantil. Trata-se de um produto multifuncional, com 10 aplicações distintas, idealizado com uma única finalidade: Proteger seu bebê de superfícies contaminadas.

Isso mesmo, ele é um produto resistente, leve, sofisticado, de qualidade e durável. E veio para ajudar as mamães a cuidarem melhor do seus filhos.

Quer conforto, qualidade e proteção para o seu bebê? Então aproveite os benefícios do Wallababie!

Mas afinal, o que seriam essas 10 aplicações?
Calma..Sabíamos que você iria nos perguntar. O que são essas 10 aplicações? E aqui está, descobrimos que:

Ele serve de proteção para bebê conforto
Para usar na cadeirinha de alimentação
Para usar na cadeira de descanso
Proteção na cadeirinha de supermercado
Para amamentação
Charutinho para acalmar seu bebê
Como cobertor para seu bebê
Como proteção em carrinhos de bebê
Como trocador
Como echarpe para você!

Veja o vídeo abaixo para saber exatamente como você poderá usufruir desse produto e porque você REALMENTE precisa de um desse.

Qual o site oficial do produto? Ele é seguro?
Como já havíamos mencionado acima, esse produto é vendido apenas online, através da sua página oficial, https://wallababie.com.br/.

Só na página de vendas você encontra todas as vantagens, e produto original. Aquele que vai proporcionar os benefícios que você deseja,.

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR COM SEGURANÇA SEU WALLABABIE!

Porque o Wallababie é diferente dos outros?
Descobrimos que o Wallababie é diferenciado. Não há nenhum produto igual a esse no mercado. E vamos te contar porque… Bom primeiro ele tem a certificação ISO105, ou seja, a tecnologia MarsupiBag é certificada pela norma ISO 105.

Ele tem proteção solar fator 50+, oferecendo proteção contra os raios solares UVA e UVB. Bloqueia a ação dos micro-organismos, bactérias, germes e vírus. Possui um tecido respirável, que regula a temperatura corporal. E tem camadas que filtram as impurezas do ar para não chegar até seu bebê. Incrível, não é?

Por isso esse produto é tão especial, diferenciado e está fazendo maior sucesso.

Esse produto é para mim?
Quando a gente está grávida ou tem nosso bebê queremos comprar tudo, são muitas coisas para pensar, enxoval para fazer, muitas preocupações. No entanto é importante priorizar o que realmente você irá precisar, e claro, produtos de alta qualidade que vão proteger e proporcionar benefícios para ele.

Se você responder SIM para PELO MENOS uma das perguntas abaixo, esse produto É PARA VOCÊ!

Você é preocupada com seu bebê?
Quer que seu filho(a) fique sempre protegido(a)
Quer produtos de qualidade e que não afetem seu filho(a)
Quer sempre proteger seu bebê
Quer evitar que seu bebê tenha algum problema por causa de contaminação
Gosta de proporcionar conforto para seu bebê
Quer um produto fácil, prático e econômico
Clique aqui se o produto é para você e se você quer aproveitar todos os benefícios que ele oferece!

Ele serve para qualquer tamanho de bebê conforto e carrinho?
Quando estávamos pesquisando sobre esse produto, falamos com várias leitoras que eram mães, para buscar entender porque elas compraram o Wallababie. E elas nos disseram que eram super preocupadas com os seus filhos, e que queriam algo prático, diferenciado, e único.

Algo que pudesse resolver todos os problemas que elas teriam com seus filhos no dia a dia, mas não queriam algo absurdamente caro, foi ai que elas conheceram o Wallababie e amaram.

Uma das vantagens que elas mencionaram era justamente do produto ser compatível com todos os tamanhos de bebê conforto e carrinhos de bebê, o que facilita muito no dia a dia.

Prazo de entrega do produto
Pelo que constatamos o produto estará em suas mãos em um prazo de 3 à 10 dias úteis, podendo variar de acordo com onde você mora. Porém se a compra for realizada via cartão de crédito ele chegará ainda mais rápida em sua casa.

Posso comprar no Mercado Livre? É seguro?
Não é o mais indicado… Sabemos que esse produto está fazendo muito sucesso. Por conta disso, muitos sites como Mercado livre, OLX, Facebook, estão vendendo falsificações do mesmo. NÃO CAIA NESSA!

Só o site oficial oferece o produto original, com qualidade, e com todas as vantagens e benefícios. Não coloque a saúde do seu bebê em risco. Opte sempre pelo produto original, faça suas compras no site oficial.

Leia também: Wallababie preço

Não gostei do produto, tenho direito a garantia?
Olha que legal, quem comprar o Wallababie ainda tem direito de uma garantia MUITO ESPECIAL! Os produtores dele acreditam tanto nos benefícios dele que resolveram oferecer essa garantia, que consiste na devolução do produto caso ele não supra suas expectativas. Incrível né?

ISSO MESMO, O RISCO DE EXPERIMENTAR É ZERO!

Lembrando que a garantia é válida apenas para quem comprar pelo site oficial e dentro do prazo da garantia. Clique aqui e saiba mais sobre esse assunto.

“A garantia é de 6 meses, contados da data de recebimento do produto ou serviço, caso o produto precise de reparação ou substituição, se o produto tiver sido usado conforme indica no Manual de Uso.”

Benefícios do Wallababie
Coletamos inúmeros benefícios desse produto, são realmente muitas mamães falando bem dele.

Assim sendo, resolvemos fazer uma lista completa com todos eles, pois não podíamos deixar de compartilhar seus benefícios, não é mesmo? Confira!

Produto de qualidade
Prático e econômico
Super elástico
Adaptável
Confortável
Multifuncional
Tecnologia avançada
Proteção contra raios solares
Camada especial que filtra impurezas
Tecido respirável que regula temperatura corporal
Bloqueia ação dos micro-organismos, bactérias e vírus.
Seu bebê protegido 24 horas
CLIQUE AQUI e compre seu produto com DESCONTO e GARANTIA!

Depoimentos de mamães que aprovaram
Quando entrevistamos nossas leitoras descobrimos que são inúmeras mamães satisfeitas. De fato o produto é de qualidade e proporciona inúmeros benefícios e vantagens. Ainda mais nessa fase que tudo que a mãe não quer é mais um problema para cabeça, então praticidade, qualidade, conforto e economia são essenciais.

Separamos alguns depoimentos que vão te ajudar a ficar mais segura. Sei que sempre ficamos em dúvida antes de comprar algo, pensamos se ele realmente vale a pena, se realmente vamos precisar, mas pelo que vimos, te garantimos o produto vai te surpreender e transformar a sua vida e a do seu bebê.

A Raphaela Oliveira é uma leitora antiga que nos contou que sempre foi muito preocupada com filho e achou a ideia do produto incrível, olha o que ela nos relatou abaixo.

Top 5 – Sucos Detox

Sucos detox são tudo de bom. De maneira prática e rápida, fazem as toxinas que ingerimos serem eliminadas, promovendo uma limpeza interna que facilita o processo de emagrecimento. Confira as Top 5 receitas de Sucos Detox mais curtidas e comentadas no meu site e nas redes sociais.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Leia mais:
Suco zero – Suchá verde com hortelã e gengibre
Limonada com manjericão – Refrescante, gostoso e bom para a digestão

Superfáceis de fazer, estes sucos detox foram criados especialmente para ajudar você a zerar as toxinas do corpo e começar bem um programa para perder peso e manter a forma. Experimente e comente o que achou!

1 – Suco detox de melancia com gengibre
O detox funciona melhor se os ingredientes forem funcionais e complementares. Nesta receita, temos a combinação perfeita, juntando melancia, gengibre e linhaça. Confira a receita!

Leia também: Max Detox comprar

2 – Agente Laranja
Feito com limão, gojiberry, erva doce, cenoura, champignon e pimentão, o Agente Laranja é superfácil de fazer – e enriquecido com tudo de bom. Veja a receita!

3 – Suco verde
Fora do prato, parece outra pessoa. Quer dizer, outro alimento. A couve é a base desta receita de suco verde que, além de ajudar a detonar a gordura extra, refresca e faz bem à saúde. Veja a receita!

Leia também: Kifina funciona

4 – “Red Lu”, o suco detox da Lucilia
Esta fórmula ajuda a proteger o sistema imunológico, melhora o funcionamento do intestino e elimina a gordura em excesso. E, ainda por cima, é diferente dos outros: é vermelho. Veja a receita!

5 – Suco verde com água de coco
Pela primeira vez, vou compartilhar uma receita que leva água de coco. Além de dar um sabor especial às bebidas, ela é considerada um isotônico natural, por ser rica em sais minerais, como sódio e potássio. Veja a receita e aproveite!

Leia também: Phytophen funciona

Os benefícios do colágeno hidrolisado

O colágeno é um tipo de proteína e 30% de toda proteína do nosso corpo é colágeno. Uma de suas principais funções é formar fibras que propõem sustentação à pele e para os praticantes de atividades físicas, contribui e muito na formação dos músculos.

De acordo com pesquisas, a partir dos 30 anos, o corpo perde 1% dessa proteína ao ano. Essa perda resulta em redução da elasticidade e hidratação da pele, daí surgem rugas, celulite e flacidez. As unhas e cabelos também ficam quebradiços e sem brilho mas, os prejuízos maiores não são notados de imediato: tendões, ossos e cartilagens – estruturas de sustentação que dependem do colágeno – ficam fragilizadas.

Por isso, alguns nutricionistas, dermatologistas e médicos ortomoleculares consideram o consumo do suplemento importante a partir dos 30 anos e essencial depois dos 50. Extraído do osso e da cartilagem do boi, o colágeno passa pelo processo de hidrólise – quebra das moléculas de proteína – para ser mais facilmente absorvido pelo organismo.

Funções do Colágeno Hidrolisado

O colágeno hidrolisado (um tipo especial de gelatina) contém os aminoácidos essenciais glicina e prolina em concentração 20 vezes maior do que outras proteínas. Ambos são componentes importantes do tecido conjuntivo e asseguram sua consistência e elasticidade. Ele também tem efeito regenerativo em ossos e articulações.

Para sentir na pele os efeitos do colágeno, classificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como novo alimento, você precisa consumí-lo todos os dias. Alguns profissionais preferem indicar a substância manipulada de acordo com a necessidade de cada paciente, mas também é vendida pronta, em cápsula ou em pó. A primeira opção é mais prática. Mas a segunda, diluída em água, tem a vantagem de proporcionar saciedade. Ou seja, de quebra, dá uma força no controle do peso. Você treina? melhor ainda! Nesse caso, o colágeno também ajuda na construção dos músculos.

Benefícios do Colágeno Hidrolisado

Retarda o envelhecimento e previne rugas;
Combate a flacidez da pele;
Fortalece unhas e cabelo;
Contribui para saúde dos ossos;
Combate celulite e estrias;
Auxilia no funcionamento do sistema linfático.
Aplicação Cosmética

O colágeno é uma proteína “mágica” para deixar a pele mais firme. Dermatologistas já provaram que, ao utilizar produtos de beleza que levam o composto em sua fórmula, a pele torna-se mais macia, firme e saudável. O colágeno também auxilia na manutenção do tônus muscular deixando a pele mais firme e menos flácida.

Leia também: Skin renov funciona

Qual a diferença entre colágeno e colágeno hidrolisado?

Colágeno é a proteína inteira; colágeno hidrolisado é a molécula já quebrada/digerida ou fracionada em aminoácidos.

Leia também: Fascia reclame aqui

Indicação do Colágeno Hidrolisado

É indicado para pessoas acima de 30 anos. Como suplemento nutricional é indicado para pessoas fisicamente ativas que desejam aumentar o consumo de proteínas, assim como para o fortalecimento de unhas e cabelos. Também é indicado em processos de cicatrização e recuperação de lesões e em processos de emagrecimento.

Deficiência

A deficiência de colágeno está também associada à redução da espessura do fio capilar e com a desidratação e perda de elasticidade da pele, culminando em flacidez e no aparecimento de rugas e estrias. Além disso, prejudica as articulações e enfraquece os ossos.

Onde é encontrado

O colágeno hidrolisado é reconhecido como um ingrediente alimentício pelo Ministério da Saúde e pelo FDA (órgão que regulamenta alimentos e bebidas nos EUA) e atualmente já é possível observar no mercado alguns alimentos enriquecidos com essa proteína. O colágeno é facilmente encontrado em lojas de produtos naturais, orgânicos ou farmácias.

Você pode usar tanto o colágeno em cápsulas quanto em pó. É encontrado em pequenas quantidades nos alimentos que contém proteína como a carne e leite e nas gelatinas.

Quais alimentos são ricos em colágeno?

As principais fontes de colágeno são os alimentos ricos em proteínas de origem animal (carne vermelha, frango, peixe). Mas, para o colágeno ser sintetizado pelo organismo, é importante você também consumir boas fontes de vitamina C (limão, melão cantalupo, caju, kiwi, acerola e goiaba) vitamina E, selênio e zinco (avelã, amêndoa e castanha-do-pará).

E a gelatina?

A gelatina consumimos como sobremesa tem só 10% de proteína e, por isso, não deve ser considerada como alternativa para firmar a pele ou deixar o corpo mais durinho. Mas é uma boa opção para enganar a fome ou matar a vontade de doce sem acrescentar muitas calorias. Já a gelatina em cápsula (ou farmacêutica) é o colágeno puro. Só que, por não ser hidrolisada, é menos eficiente. A explicação está no processo: A hidrólise quebra as moléculas da proteína presente no colágeno. Menores, elas são absorvidas pelo organismo com mais facilidade. Ou seja, você tem de consumir uma dose bem maior de gelatina em cápsula para ter o mesmo efeito do colágeno hidrolisado. Assim, o melhor é mesmo a sua versão em pó.

Modo de usar

Com apenas 10g de colágeno por dia, obtém-se o fornecimento ideal desse aminoácido tão importante. Dilua uma colher de sopa do Colágeno Hidrolisado em 200 ml a 250 ml de suco ou outro líquido de sua preferência e tomar 30 a 60 minutos antes do jantar.

Importante lembrar que o colágeno sozinho não resolve o problema de flacidez se você não mantiver uma rotina com hábitos saudáveis. A única maneira de combater a flacidez e celulite é a prática de atividades físicas aliada a uma dieta balanceada com proteínas, carboidratos e gorduras boas, asssociando-se vitaminas e mineirais – principalmente Vitamina C e o mineral silício. Aí sim, o colágeno hidrolisado como fonte de proteínas e aminoácidos que juntamente com as indicações acima, compõem um quadro extremamente eficaz no combate a celulite e flacidez.